Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Açúcar versus Câncer

Já é do conhecimento de muitos que pessoas diabéticas ou intolerantes a glicose devem evitar o consumo de açúcar, além disso, mesmo em pessoas que se apresentam como saudáveis o consumo de açúcar deve ser bastante moderado, já que o mesmo é uma fonte de energia extra que pode facilmente acumular-se em nosso organismo, podendo provocar assim um aumento excessivo no peso corporal. Entretanto, o que talvez você não saiba, é que algumas pesquisas científicas começam a relacionar o consumo de açúcar à ocorrência de certos tipos de câncer.

Com isso, é bem provável que este condimento que, tão saboroso e doce que é, precise ser regulado ainda mais em nossa dieta, principalmente nas refeições das crianças, famosas por amarem alimentos açucarados!

Doenças e alimentação inadequada

Não é de hoje que alguns alimentos são apontados como potencializadores ou mesmo causadores de certas doenças: alimentos ricos em gordura ou açúcar, por exemplo, podem levar à obesidade, quando associado a outros fatores, por exemplo. Outros exemplos de doenças que podem ser causadas ou agravadas por problemas em nossa alimentação são a osteoporose, doenças cardiovasculares, hipertensão arterial e, agora, certos tumores malignos.

E infelizmente, para tornar a situação ainda pior, certos alimentos conhecidos por apresentarem muito mais benefícios do que malefícios, como frutas e verduras, estão cada vez mais se ausentando na mesa dos brasileiros, cedendo espaço para outros muito mais calóricos e gordurosos.

O açúcar e o câncer

Como muitos devem saber, o açúcar trata-se de um alimento energético extra, isto é, embora seja um alimento rico em energia, deve ser consumido muito moderadamente. Deve-se moderar principalmente o consumo de açúcar refinado e alimentos preparados com o mesmo, pois o processo de refinamento faz com que se perca algumas de suas capacidades nutritivas.

Já o câncer, por sua vez, trata-se da proliferação de células humanas normais de forma desordenada e incontrolável, levando ao surgimento de tumores. Infelizmente, ainda hoje não se conhece exatamente o que desencadeia o início de tal crescimento desordenado (mas já se sabe que certos fatores como genéticos e alimentares podem apresentar grande influência), o que nos torna ainda mais apreensivos sobre tal tipo de doença.

Em pesquisas recentes, percebeu-se que o surgimento de certos tipos de câncer apresentou-se com maior frequência em pessoas que consumiam uma maior quantidade de açúcares e outros carboidratos refinados, talvez por um maior estímulo local de hormônios e outros fatores que promovem o crescimento.

Em outras pesquisas, constatou-se que mais de três quartos das pessoas portadores de algum tipo de câncer também eram diabéticas ou intolerantes à glicose. Mas é importante lembrar que se tratam de pesquisas em andamento, sem resultados conclusivos até o dado momento!

Mas, como “o seguro morreu ‘de velho’ “, é então importante estarmos atentos à nossa alimentação a fim de melhor controlar o consumo de açúcar e, assim, evitar o surgimento de câncer.