Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

A Importância dos Antioxidantes em Nossa Saúde

Se você acompanha nosso blog há algum tempo, já deve ter lido por aqui sobre alguns nutrientes que possuem ação antioxidante, agindo sobre os radicais livres e, assim, ajudando a evitar o envelhecimento celular e, conseqüentemente, rejuvenscendo nosso organismo. Entretanto, acreditamos que falar somente isso é muito pouco para descrever como trabalham e quais são as substâncias antioxidantes em nosso organismo, sendo assim, decidimos por escrever um artigo dedicado a isso! 🙂

O que são os radicais livres?

Durante a respiração celular, as reações químicas em nosso organismo desencadeiam a formação de algumas moléculas instáveis (conhecidas como radicais livres), espécies reativas de oxigênio que, por apresentar um número irregular de elétrons, acaba por reagir com outras moléculas de nosso organismo a fim de restaurar o seu equilíbrio.

Os radicais livres não são completamente vilões em nosso organismo, pois eles possuem papel importante no combate a inflamações, eliminação de bactérias e controle do tônus dos “músculos lisos”.

O problema é que, ao reagir com outras moléculas, eles acabam por desestruturar aquelas moléculas com as quais reagiram, danificando as mesmas. Vitaminas, carboidratos, proteínas e lipídeos são algumas das moléculas em nosso organismo que podem ser danificadas pelos radicais livres.

Tais danos cometidos pelos radicais livres são indicados também como potencializadores do surgimento de certas doenças. Além disso, os radicais livres também são associados ao câncer e envelhecimento.

Sendo assim, é importante que controlemos a quantidade de radicais livres em nosso organismo a fim de evitar os malefícios que podem ser causados pelo acúmulo indevido de radicais livres, mas… como?

O que pode aumentar a produção de radicais livres?

Conforme já fora mencionado, os radicais livres surgem naturalmente por meio da respiração celular. Sendo assim, um dos mecanismos que aumenta a produção dos mesmos é a prática de exercícios físicos, principalmente os prolongados e intensos pois, durante os exercícios físicos, sua respiração é aumentada e, por não suprir todas as necessidades, outras reações auxiliares são desencadeadas, levando a um aumento da produção de radicais livres.

O ambiente em que vivemos também é responsável pelo aumento da produção. Poluição ambiental e exposição excessiva ao sol também podem ser responsáveis.

Mas não podemos esquecer dos hábitos da pessoa: alcoolismo, tabagismo, stress e uma alimentação incorreta também possuem “culpa no cartório”.

E os antioxidantes? O que eles fazem?

Os antioxidantes são substâncias que, em contato com os radicais livres, reagem, neutralizando os mesmos. O nosso organismo produz antioxidantes, entretanto de acordo com a situação em que nosso organismo se encontra pode não ser suficiente.

E é aí onde a boa alimentação pode nos ajudar, ao oferecer nutrientes que são antioxidantes e que, portanto, participarão deste combate contra o excesso de radicais livres.

Quais nutrientes são antioxidantes?

Há diversos nutrientes com papel de antioxidantes, muitos já citados aqui no “Nutrição em Foco”.

O beta-caroteno (a forma antecessora da vitamina A), a vitamina C, a vitamina E, o selênio, o zinco, ômega 3 e licopeno (antioxidante presente no tomate) são alguns dos nutrientes indicados com ação antioxidante.

Que alimentos são ricos em antioxidantes?

Um conselho que podemos oferecer é que leia sobre cada um dos nutrientes que supra-citamos (cada um dos já citados aqui possui links direto para suas páginas) como sendo antioxidantes, pois lá vocês poderão encontrar mais informações sobre os mesmos, bem como a lista de alimentos ricos nos mesmos.

Assim sendo, já conhecendo os nutrientes antioxidantes, aqui está uma lista dos alimentos mais indicados pela sua ação antioxidante:

  • Vários vegetais e frutas, como: repolho, morango, beterraba, ameixa, pimenta vermelha, laranja, brócolis, uva, espinafre, maçã, batata, tomate, milho, banana, pêra, melão, azeitonas, etc;
  • Produtos de origem vegetal, como o vinho tinto, azeite, chá verde e cacau;
  • Alimentos ricos em ômega 3, como peixes.

Algo mais a se falar?

Se você quer ter uma vida saudável, é bom tomar alguns cuidados para evitar a produção de muitos radicais livres em seu organismo. Somente consumir mais antioxidantes pode não ser suficiente!

Evite o consumo de álcool ou tabaco, bem como a exposição excessiva aos raios solares.

Procure viver em uma área longe de poluição e não deixe de praticar exercícios físicos – apesar de serem responsáveis pelo aumento de radicais livres, os exercícios físicos são responsáveis por inúmeros benefícios, de tal forma que seria loucura simplesmente “interromper as caminhadas matinais devido a um probleminha”.

Além disso, pessoas que praticam exercícios físicos regularmente sofrem menos com a ação dos radicais livres, pois a atividade física regular aumenta a produção de enzimas que destróem os radicais livres!

Referências Bibliográficas Externas

SHVOONG, O que são radicais livres e quando é que se tornam um problema para a nossa saúde?

COPACABANA RUNNERS, Antioxidantes e radicais livres