Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Cuidados na alimentação de quem pratica esportes

Um grande bom dia (melhor dizendo, boa tarde) a todos!

 

Aproveitando o clima de Olimpíadas (as mesmas vão ter sua abertura em dois dias, no dia 8 de agosto, vamos torcer por nossos atletas! 😉 ) e o fato de que já estamos quase entrando na primavera (e, como todos nós sabemos, ocorre uma “epidemia” nesta época do ano, fazendo todo mundo correr para as academias a fim de estar com o corpo “sarado” para o verão), decidimos escrever mais uma matéria relacionada à prática de exercícios físicos.

A primeira matéria, para quem não lembra, tratou sobre a importância dos exercícios físicos aliados à alimentação, onde nós defendemos a prática dos mesmos e fizemos algumas poucas observações sobre a alimentação.

Agora, que tal estudarmos com mais calma como deve ser a alimentação daqueles que curtem academias, caminhadas ou mesmo praticam algum esporte, como futebol?

 

Cuidados com a desidratação

Conforme os dias irão passando, o tempo a partir de agora tenderá a ser cada vez mais quente, e se você pratica esportes regularmente deve tomar cuidado para não se descuidar quanto à hidratação de seu organismo, caso contrário, você poderá ficar desidratado e terá que afastar-se temporariamente dos exercícios, sem falar dos riscos que isso representa para a sua saúde!

A água possui várias funções em nosso organismo: atua como reguladora de nossa temperatura (por isso que, quando com calor, nós suamos), ajuda na eliminação de sais e outras substâncias em excesso por meio da transpiração e da urina, é fundamental nos mais diversos fluidos do corpo (por exemplo, para o sangue) e participa de várias reações bioquímicas.

Lembre-se então de:

  • Antes do exercício – beber água de forma moderada (para reidratar-se sem causar aquela sensação, durante o exercício, de mal-estar quando estamos de “estômago cheio”);
  • Durante o exercício – leve uma garrafa d’água e tome um ou dois goles, ou seja, beba aos poucos, sempre que precisar;
  • Após o exercício – agora é o momento de repor mais uma parte da água que foi perdida durante o exercício.

 

Mais carboidratos após os exercícios

O melhor momento para ingestão de carboidratos é logo após a prática de exercícios físicos, em um período máximo de duas horas. Por quê?

Bem, é neste intervalo de tempo que uma enzima (o glicogênio-sintase) estará trabalhando a todo vapor, favorecendo o armazenamento da glicose na forma de glicogênio (esta é a forma como o nosso corpo “estoca” o açúcar para ser mais tarde empregado para gerar energia nas atividades físicas) no fígado e nos músculos.

Esse efeito é melhor percebido em atividades físicas de longa duração que buscam aumentar a resistência muscular. Se esse é seu objetivo (e seus músculos vão precisar de glicose para os exercícios) então não se esqueça disso, ok?

 

Consuma muitos nutrientes antioxidantes

Infelizmente ainda não tivemos a oportunidade de falar exclusivamente sobre os benefícios que os nutrientes classificados como antioxidantes trazem ao nosso organismo, mas, de forma reduzida, basta dizer que eles combatem os radicais livres que surgem em nosso corpo a partir de várias reações, e que os radicais livres são responsáveis pelo envelhecimento celular, o famoso envelhecimento precoce.

Desta forma, se você consome alimentos antioxidantes, você ajuda no rejuvenescimento de seu corpo. E apesar dos grandes benefícios das atividades físicas, as reações que ocorrem durante as mesmas são responsáveis pela formação de muitos radicais livres, sendo assim, para combater os males, nada melhor que consumir nutrientes antioxidantes, sendo alguns deles:

Vale salientar que é sempre melhor o consumo de nutrientes por meio de alimentos e não por suplementação alimentar. Suplementos que contem a vitamina C na verdade aumentam a oxidação (elas possuem substâncias que darão origem à vitamina C por meio desta), o que aumenta os radicais livres, em vez de reduzi-los!

 

Garanta a reposição adequada dos nutrientes

Garanta que sua refeição contém boa quantidade dos mais diversos nutrientes importantes para a saúde, só assim você poderá garantir que a estrutura de seu organismo não será afetada pelo esforço prolongado.

 

Ingira frutas e verduras

Eles são boas fontes de açúcares, importantes para os exercícios físicos, e livres de várias substâncias que podem nos fazer mal (como as gorduras trans, por exemplo).

 

 

Bem, é isso, agora boa sorte nos exercícios e depois conte-nos quais foram os resultados! 😉